CULTURA


O Município de Óbidos tem uma estratégia de desenvolvimento baseada na cultura e na forma como esta se pode apropriar do território: a estratégia Óbidos Vila Literária. Para promover um território altamente competitivo e contemporâneo, com capacidade de diálogo com os grandes centros de cultura, desenvolvimento económico e investigação internacionais, é preciso correr riscos, mitigando o receio de falhar com a ousadia de fazer mais e melhor pelas pessoas que habitam o nosso território, e se relacionam com a literatura e a criatividade, nesta dialética permanente do quotidiano com os livros e o seu contrário. Óbidos arriscou e, mesmo sendo um território urbano de baixa densidade, foi designada, a 11 de Dezembro de 2015, cidade da literatura, como parte da rede de cidades criativas da UNESCO, ao lado de grandes centros culturais e económicos como Dublin, Barcelona ou Praga.

Neste momento, a literatura já é uma realidade indelével que se espalha pelo território, que se transforma e transforma pessoas, locais e ideias. Óbidos conta já com 11 livrarias, numa estratégia de reabilitação e transformação do espaço urbano e já foram realizados dois festivais literários Internacionais (FOLIO 2015 e 2016), representando um investimento de mais de 1.2 Milhões de euros entre 2013 e 2016.

Para além disso, Óbidos tem mantido uma estratégia de criatividade e inovação desde o início do século, tendo uma agenda cultural plena de eventos com projeção nacional e internacional como Óbidos Vila Natal, Mercado Medieval de Óbidos, Festival Internacional do Chocolate, Semana Internacional do Piano de Óbidos e o FOLIO, já referido anteriormente. De relevar ainda a sua rede de museus e galerias e o património natural (material e imaterial) que se espalha pelo território e lhe confere uma beleza e relevância ímpares.

Links e projetos: 

   » Património e Cultura
   » FOLIO
   » Óbidos Vila Literária
   » UNESCO  


Print Friendly and PDF