Página Principal
  • Pesquisa
  • Plataforma Educativa
  • Sondagem
De momento não existem Sondagens activas.
Ver Sondagens Anteriores
Ignorar Hiperligações de NavegaçãoInícioÓbidos Solar
Quinta, 24 de Julho de 2014
óbidos solar
O Município de Óbidos informa todos os interessados no projeto Óbidos Solar que, em virtude do acentuado decréscimo do valor da tarifa aplicável ao Regime Bonificado da microprodução solar em 2014, definida em 0,066 €/kWH para o período de 8 anos, seguida de 0,145 €/kWH para o período subsequente de 7 anos, não estão reunidas, neste momento, as condições para a adequada prossecução do modelo «Óbidos Solar». Face ao exposto, encontra-se este Município a avaliar quais os ajustamentos necessários ao modelo, para garantir a adequada prossecução do projeto divulgando, assim que oportuno, novas informações.


ENQUADRAMENTO

A primeira fase do projeto Óbidos Solar obteve um sucesso notável com uma ampla adesão por parte dos munícipes e residentes no Concelho de Óbidos. A publicação da nova legislação aplicável à microprodução, o Decreto-Lei n.º 25/2013, de 19 de fevereiro, que vem alterar o Decreto-Lei n.º 118-A/2010, de 25 de outubro e o Decreto-Lei n.º 363/2007, de 2 de novembro, e o contínuo interesse manifestado no projeto, demonstrou que a atividade da microprodução deve ser incentivada e, justificou o lançamento de uma segunda fase do projeto.  
O projeto Óbidos Solar é uma iniciativa através da qual os munícipes e residentes no Concelho de Óbidos se podem candidatar à instalação de uma unidade de microprodução nas suas habitações, com recurso ao fotovoltaico e solar térmico, para redução da sua fatura energética pelo uso de energias renováveis na produção de energia elétrica e Águas Quentes Sanitárias (AQS).
 
O projeto tem como principais objetivos:
- Promover o uso de energias renováveis na produção de energia elétrica e Águas Quentes Sanitárias (AQS);
- Democratizar o acesso às energias renováveis para a produção de energia, pelo apoio aos munícipes e residentes do Concelho de Óbidos, particularmente os de menor condição económica, na implementação de soluções que visem a sua auto-suficiência energética e, consequentemente lhes proporcione uma redução da sua fatura energética;
- Promover a redução de consumos de energia pela implementação de medidas eficientes energeticamente;
- Aumentar a produção descentralizada de energia elétrica com recurso às energias renováveis;
- Fomentar a redução do consumo de energia com base em combustíveis fósseis contribuindo, dessa forma, para a redução da dependência externa do nosso País;
- Promover o concelho de Óbidos enquanto concelho pioneiro na adoção de medidas que visem a redução de emissões de CO2 e, portanto, que promove a preservação e melhoria do ambiente.

 | Seguinte ›

Projecto Co-Financiado  Promotor  Desenvolvimento
Acessibilidade [Alt + D seguido de ENTER] D  POS_Conhecimento
FEDER União Europeia
FEDER
Associação de Municípios do Oeste Makewise - Engenharia de Sistemas de Informação